As 10 fotografias mais caras já vendidas

Compartilhar

Das listas que amamos

Você já se perguntou quais são as fotografias mais caras já vendidas? Aqui estamos falando apenas de fine art, as imagens produzidas por fotógrafos como artistas, feitas para expressar suas percepções e emoções.

Nesta lista você vai ver alguns nomes repetidos, de fotógrafos que já figuram entre os mais cobiçados e valorizados por seu trabalho. Esses valores foram atingidos em leilões, e vamos mostra-los do menor para o maior valor.

10 – Cindy Sherman, Untitled Film Still 48
 US$2,965,000

O trabalho da fotógrafa Cindy Sherman foi feito em 1979. Encenadas para se assemelhar a cenas dos anos 50 e 60 de Hollywood, filmes noir, filmes B e filmes europeus, as imagens impressas imitam em formato, escala e qualidade os “stills” frequentemente usados para promover filmes. Ao se fotografar em tais papéis, Sherman se insere em um diálogo sobre retratos estereotipados de mulheres. Foi vendida em 2015, edição 1/3.
(traduzido do MoMA)

9 – Richard Prince, Untitled (Cowboy) 
$3,077,000


Esta foto é, na verdade, foto de uma foto. Considerado “rephotography” por seu artista Richard Prince, o estilo acabou ajudando a moldar uma forma de arte própria, geralmente chamada de “fotografia da fotografia”. Esta cena em particular descreve o “Marlboro Man” e foi tirada de um anúncio na revista Time. Prince foi processado pelo fotógrafo original por usar uma imagem protegida por direitos autorais, mas o juiz decidiu a favor de Prince. Foi vendida em 2014.
(traduzido de Phototraces)

8 – Andreas Gursky, Chicago Board of Trade II 
$3,298,755


Andreas Gursky, fotógrafo alemão, vai aparecer ainda mais duas vezes nesta lista. Gursky capturou esta imagem na Junta Comercial em Chicago, Illinois, EUA em 1999. A foto foi tirada de cima, olhando para o “poço”, e mostra os corretores se movendo rapidamente enquanto usavam suas jaquetas de cores vivas. Foi vendida em junho de 2013.
(traduzido de Phototraces)

7 – Andreas Gursky, 99 Cent II Diptychon 
$3,346,456


Andreas Gursky já na sequencia! 99 Cent II Diptychon é um díptico. A imagem é muito grande, medindo mais de 3,35m de largura e quase 1,82m de altura. A cena é a de uma loja de 99 centavos em Los Angeles. Gursky usa a linha semi-simétrica e a embalagem colorida nas prateleiras para criar uma imagem de alto contraste que certamente chamará a atenção de qualquer pessoa. Foi vendida em Londres, em 2017.
(traduzido de Phototraces)

6 – Jeff Wall, Dead Troops Talk  
$3,666,500


Intitulada Dead Troops Talk (uma visão depois de uma emboscada de um Patro do Exército Vermelho perto de Moquor, Afeganistão, inverno de 1986), esta imagem é uma obra encenada e montada digitalmente por Jeff Wall, feita em 1992. As pessoas foram filmadas em estúdio e colocadas digitalmente na paisagem externa. Foi vendida em 2012.
(traduzido de Phototraces)

5 – Gilbert & George, To Her Majesty 
$3,765,276


Gilbert & George (ou Gilbert and George) é uma dupla de artistas britânicos, composto por Gilbert Prousch e George Passmore, que desenvolvem o seu trabalho de arte conceitual, performance e body art, sendo famosos principalmente por fazerem performances como esculturas vivas. O seu trabalho teve uma influência significativa sobre o grupo denominado Young British Artists. Produzida em 1973, a obra To Her Majesty foi vendida em Londres, em 2018.

4 – Cindy Sherman, Untitled 96 
$3,890,500


Untitled 96 é um auto-retrato de uma jovem Cindy Sherman, vestida com roupas de estilo “retrô”. Ela está deitada no chão e seu olhar se desvia da câmera. As nuances de laranja, indo do mais esuro para o mais claro, compõem a imagem num tom sobre tom. A foto foi feita em 1981 e vendida em 2011.
(traduzido de Phototraces)

3 – Richard Prince, Spiritual America 
$3,973,000


Segunda aparição de Richard Prince na lista, e vem envolta em controvérsias sobre direito de propriedade, consentimento e autoria, além de uma temática extremamente perturbadora. Por conta disso, apesar de se tratar de uma imagem antiga e que ainda é publicada, optamos por exibir uma versão desfocada e em tamanho menor. Originalmente tirada pelo fotógrafo comercial Gary Gross, em 1976, a fotografia retrata Brooke Shields com apenas 10 anos de idade. A imagem original foi tirada com o consentimento da mãe de Shields, que vendeu a Gross os direitos ilimitados de publicação por US$450,00. Na época, em 1976, Shields era relativamente desconhecida. Em 1983, o ano da refotografia de Prince, Brooke Shields e sua mãe haviam processado Gross na tentativa de eliminar a imagem, mas não tiveram sucesso.

A fotografia nunca foi reproduzida pela grande mídia, mas Prince a encontrou em uma publicação para adultos, a fotografou novamente e a apresentou em uma galeria no Lower East Side de Manhattan. Os visitantes da exibição eram admitidos apenas por convite, transformando a exposição em um evento de elite; no entanto, como essa era a única imagem da mostra, o público tinha reconhecia ter ido especificamente para ver esse trabalho controverso, tornando-se cúmplice na exploração. Prince, portanto, expôs não apenas o trabalho obsceno, as condições duvidosas de sua origem e o consentimento do sujeito, mas também o fascínio do público pelo escândalo.

Sem surpresa, o trabalho permanece altamente controverso até hoje. Em 2009 foi banida de uma exposição na Tate Modern, em Londres, a mando da polícia. A fotografia foi substituída por uma versão de 2005, Spiritual America IV, na qual Brooke Shields, então com 40 anos, reproduzia a pose original vestindo um biquini. Este trabalho foi aplaudido por devolver a propriedade à atriz, que reconhece a fotografia original ao escolher, já adulta, os termos de como ela deseja exibir seu corpo. Foi vendida em 2014.
(traduzido de The Art Story)

2 – Andreas Gursky, Rhein II 
$4,338,500


Rhein II  representa um trecho do rio nos arredores de Düsseldorf, Alemanha. À primeira vista, as faixas cinza-amareladas do rio, cercando as margens verdes e o céu nublado parecem as faixas pintadas de uma tela minimalista, até que nossos olhos começam a notar os detalhes: os tufos de grama, as ondas agitadas e as camadas de nuvens. A imagem é manipulada digitalmente; Gursky removeu prédios e pessoas. Foi vendida em 2011.

1 – Peter Lik, Phantom 
$6,5000,000


O primeiro lugar talvez não seja realmente o primeiro lugar. Peter Lik pode alegar ter vendido a foto mais cara do mundo, mas tudo indica que o artista está inflando artificialmente seu mercado. Para conquistar o recorde, Lik empregou uma nova tática, divulgando aos seus colecionadores mais rentáveis que seu último trabalho seria único. A venda de US $ 6,5 milhões foi amplamente divulgada, mas a reação contra o valor artístico da foto e a validade do preço astronômico foi rápida. Como aponta o Times, a venda foi privada e anônima, então “é difícil saber o que é ‘oficial’ a respeito”.

Lik vende seu trabalho em lugares cheios de turistas, como Maui e Las Vegas, onde os viajantes costumam comprar uma bela paisagem impressa em larga escala que os permitirá levar para casa um pouco de suas férias. Seus compradores geralmente não têm conhecimento de arte, mas têm renda disponível e vêem o trabalho de Lik como uma entrada acessível no mercado de arte em expansão.

O New York Times, no entanto, questionou esses números, citando dados do Artnet Price Database. Em leilão, uma obra de Lik nunca foi vendida por mais de US$15.860 – preço alcançado por Ghost, uma versão colorida do Phantom, em 2008. Essa é sua única venda que arrecadou mais de US$3.000. Então, de onde vêm todos esses grandes números de vendas? Se ocorreu mesmo, a venda foi em 2014.
(traduzido de Artnet)

Paula Reis

Paula Reis

Publicitária formada pela ESPM-SP, faz parte da equipe da Blombô, o primeiro marketplace de arte online do Brasil. Apaixonada por escrever e por Arte em todas as suas formas, vem produzindo conteúdo desde os primórdios da internet e se especializando em História da Arte, com cursos pelo MASP Escola, Escola Panamericana de Arte e outras instituições. Se você tem qualquer dúvida ou sugestão para o Blog, mande uma mensagem: ela também adora conhecer novas pessoas e trocar ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BANNER_BLOG_BLOMBO_340x340

Categorias

obra de arte a venda na blombo
e-book aumentando sua receita
infográfico usando a internet a seu favor